Não sabemos mais Amar? “A medida do amor é amar sem medida”

Amor: sentimento que impele as pessoas para o que lhe afigura belo, digno ou grandioso. Afeição, grande amizade, ligação Espiritual. Carinho. Tendência ou instinto que aproxima os animais para a reprodução. Desejo sexual.
Essas são algumas das definições encontradas no dicionário para a palavra amor. Mais a pergunta que hoje iremos nos fazer é “Se realmente sabemos amar”.

Para isso precisamos responder a outro questionamento: “O que é amor?” “Amor está longe da visão romântica que conhecemos, amar não é precisar do outro porque simplesmente aprecia a compania. Amar é necessitar da presença do outro, pois as almas se completam e sozinho o mundo não tem sentido”.
Como diz o poeta, “Homem nenhum é uma ilha” e não nascemos para vagar pela vida sozinhos, precisamos do outro, precisamos da amizade no dia-a-dia, precisamos de um companheiro(a). Mais tudo está tão diferente do que já ouvimos de como eram os amores antigamente. Hoje nos prendemos a uma razão constante, que faz com que olhamos mais para os nossos objetivos externos e não no objetivo interno do nosso coração. As vezes afogamos o amor que existe em nós, ou mesmo a possibilidade de amar denovo. As vezes confundimos a paixão com amor e usamos a palavra eu te amo, no sentindo de chegar mais perto da conquista.
E este desrespeito com está palavra é que tem gerado a descrença de um povo que vive apaixonado, mais não acredita mais no amor. Olhar para um amigo(a), e sentir-se amado ou amada por este(a) hoje não acontece. Simplesmente nos entregamos a não cometermos caretisses.
Jesus nos ensina, o verdadeiro sentido da vida. Amar, doar-se e viver por uma causa que alimente a nossa vida. E ele apresenta aonde esse amor nos é dado. Pelo Espirito Santo que nos move, nos aproxima do amor, nos impele, nos cativa e nos preenche.
“Sou do meu Amado, como minha Amada és da minha Alma”
Essa frase nos remete a uma realidade que tem feito parte da vida dos casais. Achar que amor é posse. Assim é notado um desiquilibrio hoje no amor, existindo uma falta de harmonia no amor, quando se gosta muito mais do objeto do que do próprio desejar. O que mata as relações é quando as pessoas se dedicam ao relacionamento em busca de posse. É o ciúme possessivo, fazendo com que hoje ame a pessoa como um objeto, como uma coisa. “AMOR NÃO É POSSE”

Na filosofia “Amor é a busca pelo que falta, pelo que preenche”
Emocionalmente, amar é buscar no outro um alguém que supra nossas carências afetivas e espirituais.
O amor é uma vontade de saber mais e não ser mais.
O amor é um sentimento em relação á vida, de enxergar valores nas coisas além das aparências. É um sentimento idealista, como uma visão espiritual da vida.
O amor não é, portanto, a simples fusão de duas pessoas, mas o dom mútuo de dois seres livres, com tudo o que eles são: corpo, coração e espírito, assim como o bem precioso que é a vida. A lógica do amor é aspirar a um dom definitivo. Só uma decisão recíproca e para o resto da vida, permite que o amor humano atinja um certo absoluto, podendo assim satisfazer o nosso coração.

Anúncios

Um comentário sobre “Não sabemos mais Amar? “A medida do amor é amar sem medida”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s